quarta-feira, 27 de junho de 2012

PETROS: Conselho Deliberativo reabre a Repactuação


O Conselho Deliberativo da PETROS aprovou nesta quarta-feira, dia 27 de junho, a reabertura da Repactuação do Plano PETROS do Sistema Petrobras. A votação reproduziu novamente a unidade da tríade PETROBRÁS/PETROS/FUP, que tantos prejuízos tem causado aos participantes da PETROS.
Os Conselheiros Eleitos Paulo Teixeira Brandão e Ronaldo Tedesco Vilardo tentaram evitar que o novo ataque fosse desferido contra os participantes. Para isso, defenderam a manutenção em pauta para que os demais conselheiros pudessem ler com atenção o voto assinado pelos eleitos, relatando as ilegalidades da decisão de aprovar a Repactuação. Os Conselheiros indicados pela Petrobrás, contando com o vergonhoso voto do Conselheiro da FUP, decidiram não acatar o encaminhamento proposto. Nem quiseram tomar conhecimento do conteúdo do voto. O voto foi mantido e incorporado à ata da reunião.
As entidades ligadas ao CDPP - Comitê em Defesa dos Participantes da PETROS - não vão esmorecer nesta luta. A FENASPE e as suas associadas, juntamente com o Sindipetro RJ e a FNP e seus sindicatos estão tentando todos os mecanismos institucionais para que este novo ataque aos participantes seja invalidado.
A tríade PETROBRÁS/PETROS/FUP induz os participantes a concordar que os seus benefícios sejam reajustados pelo IPCA, arrochando os mesmos e provocando perdas irrecuperáveis a todos. Mas depois do fracasso da campanha do B.P.O. - o Benefício Proporcional Opcional - a ficha caiu para muitos participantes. A Repactuação nada mais é que uma transferência do risco de déficit, que é responsabilidade da Petrobrás, para os participantes que repactuarem. A expectativa é que a nova Campanha de Repactuação da tríade seja um novo fiasco.
Contraditoriamente, nesta quinta-feira, dia 28 de julho, o Recurso Extraordinário (RE-586453) retornou à pauta do Supremo Tribunal Federal (STF). Será o primeiro ponto de pauta da reunião do STF a partir das 14 horas. Vamos acompanhar de perto e torcer para que a justiça seja nos seja favorável. Com certeza, será uma importante vitória dos participantes da PETROS que poderá ajudar decisivamente a reverter os diversos ataques sofridos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário