segunda-feira, 19 de agosto de 2019

APAPEPRESS 126

É NECESSÁRIO INFORMAR CORRETAMENTE - II

Não é a primeira vez que a AMBEB abandona, ao apagar das luzes, a UNIDADE dos petroleiros, pois a história se repete igualzinha à que aconteceu há muitos anos, quando a Petrobras promoveu a criação do Plano Petrobras Vida – PPV (o Petros 3 da época).

Todas as entidades representativas de participantes e assistidos da Petros se uniram, criando o CDPP Comitê em Defesa dos Participantes da Petros.

Em 2001, a promoção da Ação Civil Pública, com o patrocínio do saudoso Mestre Castagna Maia, foi uma das decisões do CDPP, para cobrar dívidas das patrocinadoras.

Paralelamente, foram promovidas ações judiciais para impedir a implantação da migração dos participantes e assistidos levando os recursos do Plano BD para o PPV – CD (similar ao Petros 3).

Então, como aconteceu agora, a AMBEP rompeu com a UNIDADE e foi fazer campanha para a migração para o PPV e, em segredo total, fez acordo com a Petros criando em sociedade (98% / 2%) um Plano de Saúde que, provavelmente, privatizaria a AMS sob o controle da Sul América (suposição da época).

Qual a diferença para a debandada atual? A AMBEP estava participando do Fórum em Defesa da Petros até véspera do acordo pelo qual as Federações compuseram chapas mistas de companheiros experientes com profundos conhecimentos sobre a Petros  e dispostos para se aprimorarem, com dedicação em tempo integral, na gestão dos Planos por ela administrados. Entretanto, ela já teria se decidido pelo rompimento, pois suas duplas estavam antecipadamente escolhidas, sem o conhecimento das demais entidades, e bastava arranjar uma desculpa para abandonar novamente a UNIDADE da categoria.

Naquele passado, na luta contra o PPV, a UNIDADE saiu-se vitoriosa e agora, contra o PED assassino e contra o Petros 3 suicida, a UNIDADE também vencerá.

Vamos votar e ganhar com as duplas com experiência e conhecimento e fazer a renovação com conhecimento.

Conselho Deliberativo   54
Conselho Fiscal   42

Paulo Teixeira Brandão
APAPE e AEPET BR


Nenhum comentário:

Postar um comentário