segunda-feira, 12 de março de 2018

Comunicado APAPE

RESULTADO DA PRIMEIRA AÇÃO DA APAPE REFERENTE AO ENFRENTAMENTO AO ABSURDO EQUACIONAMENTO DO PLANO PETROS DO SISTEMA PETROBRAS -PPSP


Seguindo o compromisso de tomada de medidas de acordo com a estratégia estabelecida pelo Fórum (FNP-FENASPE- GDPAPE), conseguimos uma primeira vitória na nossa Ação Civil Pública ao ter a Juíza da causa concedido a tutela antecipada por intermédio de decisão liminar, determinando que as cobranças sejam suspensas.

A Petros já foi notificada e próxima etapa é aguardar o resultado que deverá ser apresentado quando do pagamento no final deste mês. O importante é manter a calma, visto que não adianta qualquer especulação sobre o resultado. A decisão nos leva a entender que os associados constantes da listagem juntada aos autos estão contemplados.

Sendo o primeiro passo, devemos considerar que a Petros e as patrocinadoras vão oferecer recursos e estamos prontos para adotar as medidas necessárias para garantir a conquista.

O advogado Cesar Vergara de Almeida Martins Costa convida os clientes do seu Escritório a comparecerem às 14 horas, do dia 14 deste mês, no auditório principal da Associação Brasileira de Imprensa – ABI - Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro – próxima da Estação Cinelândia do Metrô.

O Dr. Cesar Vergara de Almeida Martins Costa é o advogado exclusivo da APAPE- AEPET - FENASPE e demais afiliadas e nos autorizou a estender o convite acima para todos os associados da APAPE.

Não é, portanto, um evento da APAPE, mas os nossos associados são seus clientes indiretos e poderão comparecer para ouvir os esclarecimentos que serão apresentados por ele sobre essa questão de grande importância para todos.

Paulo Teixeira Brandão
Diretor Jurídico da APAPE
Conselheiro Fiscal da Petros
Acesse nosso site: www.apape.org.br

Um comentário:

  1. Gostaria de saber se todos os salários de diretores, gerentes, e presidente da Petros também foram reduzidos em cerca de 25% que é o que os vencimentos dos participantes sofreram. Se é para ter sacrifício, os primeiros a seren sacrificados deveriam ser os cargos de gerentes, presidente, CEO, etc além, também de redução de custos com pessoal e outros custos.


    ResponderExcluir